André Brasil

André Brasil

Fundador e Coordenador do Grupo de Pesquisa Geofluxo

Meu lema é inspirar as pessoas e mostrar o que há de melhor nelas!

Vida e formação

O Prof. André Luís Brasil Cavalcante nasceu em Brasília, fruto da união de dois candangos, um cearense e uma goiana, que imigraram para o Distrito Federal em busca de novas oportunidades. Casou-se com Mariana e tem um filho chamado Tiago.

Desde pequeno dizia que seria cientista. Sempre focado nos estudos, com forte inclinação para a matemática. Ingressou na universidade de Brasília em 1993, no curso de Engenharia Civil, onde logo nos primeiros anos, recebeu a primeira bolsa de estudos referente ao primeiro projeto de iniciação científica. Depois vieram o mestrado, o doutorado, os pós-doutorados. Hoje é pesquisador de produtividade do CNPq, professor associado da Universidade de Brasília e professor visitante em diferentes universidades do mundo.

Seu sonho sempre foi de transformar o mundo em um lugar melhor, dando oportunidades aos menos favorecidos e ensino de qualidade a toda a sociedade. Com este intuito fundou o Grupo C3: Ciência, Cultura e Cidadania e o Grupo Geofluxo: Inovações e Tecnologias Aplicadas em Geotecnia Ambiental. Seu lema é inspirar as pessoas e mostrar o que há de melhor nelas! Sua frase é vai dar certo! Sua motivação é ajudar mais uma pessoa!

Minha frase é: vai dar certo!

Estudos e Carreira

O Prof. André Luís Brasil Cavalcante graduou-se em Engenharia Civil pela UnB (1997), posteriormente, obteve os títulos de mestre (2000) e doutor (2004) em Geotecnia na mesma Universidade. Realizou três estágios de pós-doutoramento no Brasil (2007 a 2010) e pós-doutorado, de agosto de 2014 a julho de 2015, na Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos.

Atualmente é professor associado, coordenador da graduação em Engenharia Civil da UnB, presidente do Núcleo Regional Centro Oeste da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), membro dos Comitês Técnicos TC217 (Recuperação de Áreas Degradadas e Contaminadas) e TC309 (Machine Learning e Big Data) da Sociedade Internacional de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ISSMGE), pesquisador de produtividade do CNPq (PQ-2), membro de corpo editorial e revisor de diversos periódicos nacionais/internacionais e coordenador do Grupo de Pesquisa Inovações e Tecnologias Aplicadas em Geotecnia Ambiental (GeoFluxo) do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Coordena diversos projetos de pesquisa com financiamento institucional da CAPES, CNPq e FAPDF.

Tem atuado como consultor e coordenador de comitê das agências nacionais de fomento à pesquisa. Foi coordenador do Programa de Pós-graduação em Geotecnia da Universidade de Brasília (PROEX), de novembro de 2016 a fevereiro de 2018. Também atuou como professor visitante em diversas Universidades na América, Europa e Ásia. Orientou 3 pós-doutoradoS, 6 teses de doutorado, 23 dissertações de mestrado, 41 projetos de iniciação científica e 47 trabalhos de conclusão de curso de graduação. Publicou mais de 100 trabalhos científicos em periódicos e congressos nacionais/internacionais, em temas relacionados ao transporte de contaminantes e remediação de áreas degradadas e contaminadas, ao fluxo de água em meio poroso e estabilidade de taludes, às obras geotécnicas em condição não saturada e materiais alternativos e ao transporte de sedimentos e barragens de rejeitos.

Mantém contatos e convênios com diversas instituições de pesquisa nacionais e internacionais, destacando-se: a Universidade do Texas em Austin (EUA), a Universidade de Hong Kong (China), a Universidade Técnica de Braunschweig (Alemanhã), o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC/Portugal), a Universidade Nacional da Colômbia em Medellín (Colômbia), a Universidade Nacional do Peru em Lima (Peru), a Universidade de São Paulo (USP e USP-São Carlos), a Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), a Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Também mantém contatos e convênios de cooperação com o Instituto de Pesquisa Wolfram, desenvolvendo pesquisas relacionadas à diversas áreas de fronteira do conhecimento, tais como, inteligência artificial, big data, cálculo fracionário, geometria fractal, autômatos celulares e internet das coisas aplicados à geotecnia. Também mantém convênio de cooperação com a Embrapa Instrumentação (USP-São Carlos), desenvolvendo pesquisas relacionadas ao uso de microtomografias de raios-x para interpretação da multifractalidade dos solos.

De 2015 a 2020 (período correspondente aos últimos 5 anos), o coordenador deste Grupo de Pesquisa publicou 17 Periódicos Internacionais, sendo 13 artigos qualis A1, 2 artigos qualis A2 e 2 artigos qualis B1. Segundo a plataforma Scopus, houve um total de 83 citações, conferindo fator H igual a 5. Segundo o Google Scholar, houve um total de 124 citações, conferindo fator H igual 7. O somatório dos fatores de impacto dos artigos publicados nos últimos 5 anos é igual a 30,339. Além disso, supervisionou 3 pós-doutorados, produziu 4 teses de doutorado (4 orientações), 17 dissertações de mestrado (10 orientações e 7 coorientações), 20 trabalhos de conclusão de curso de graduação e 21 iniciações científicas.

Minha motivação é ajudar
mais uma pessoa!

Ciência, Cultura & Cidadania

Professor André Brasil enxerga a vida e o mundo de forma que todas as áreas se comuniquem. Ele tem como visão que todas as pessoas busquem ser completas, a começar por ele. Nesse sentido, ele tem paixão por integrar ciência, cultura e cidadania por meio de atividades de extensão e projetos sociais. A alegria que ele compartilha, e recebe de volta, é um dos pilares de sua felicidade.

Para André, não há tempo para descanso - sempre é tempo de agir. Há sempre algo a mais para ser feito, compartilhado e ensinado. Nas horas em que não está atuando em seus trabalhos formais, o professor está buscando melhorar a vida de todos ao seu redor, com alegria e ânimo, certo de que está compartilhando apenas um pouco do muito que lhe foi dado.

Projeto Educação Formal e Ambiental na Amazônia

trabalhando com educação e cidadania em comunidades Ribeirinhas

Projeto Educação Científica no Instituto Geração Viva

trabalhando com educação e cidadania em comunidades do DF

Projeto de Robótica no Instituto Geração Viva

trabalhando com robótica em comunidades do DF

C3 Millenium na Rua

Arrecandando suprimentos para doação durante a crise do COVID-19